Pop Coreano

Pacotão – 2020 – Segundo trimestre

Olá pessoas que habitam nesse estranho mundo chamado internet
Eu imaginei que, como estavam chegando o natal/outras festividades de fim de ano, vocês mereciam receber um presente
E com presente eu quero dizer o post nunca finalizado de outubro que eu abri e completei a metade que faltava e dei aquela revisada de leve
Não é muito mas é de coração, então façam bom proveito:

Cignature – “Assa”

Olha, eu gostaria muito de ter gostado mais dessa, até porque a batida é legal, mas acontece que assim que eu fecho o vídeo eu esqueço totalmente que ela existe, então vai ser difícil ela marcar alguma presença nesse ano, até porque do segundo semestre pra frente tiveram coisas muito mais interessantes saindo do que isso
Não que isso signifique que o assa assa não ficou preso na minha cabeça depois de re-escutá-la pra esse post, mas eu literalmente não faço ideia de como o resto da música soas então…

Onewe feat Hwasa – “Q”

Infelizmente eu nunca vou poder ouvir uma música com esse nome sem pensar numa outra Q
E bom, em resumo eu achei essa música bem aqueles lançamentos chill coreanos que eu ia ouvir uma vez e não ia ofender mas eu não ia voltar pra ouvir de novo
Inclusive essa música só está aqui porque tem a Hwasa e mesmo eu adorando os vocais dela e algumas coisas do onewe, nem isso foi o suficiente pra entrar numa playlists minha

Boramiyu – “Pit a pat”

Apesar de eu preferir o Pit-a-pet da Yukika, esse daqui também é legalzinho
Obviamente a voz de esquilete me incomoda um pouco por conta da minha baixa tolerância pra voz de quem inalou gás hélio
Mas achei legalzinha, vai pra playlist chill de k-pop porque a eu futura que precisa de relaxar vai agradecer por uma música assim

(G)I-dle – “Oh My God”

Eu não vou mentir, eu tenho um certo receio quando se trata de (G)I-dle por motivos de, não só o grupo é a Soyeon e amigas, como elas tem uma mania de só requentar um estilo de uma música anterior nas músicas novas
Mas infelizmente, essa música tem duas coisas que me conquistam instataneamente:
Ela é dark (vocês sabiam que eu tenho uma playlist só disso no spotify???) e a letra soa bem gay, não vou dizer que a música é gay, mas a letra 100% soa como se fosse, as referências religiosas a pecado e tentação, o desejo incontrolável, a dor inescapável, tudo muito accurate sobre a experiência sáfica
Infelizmente esse stream elas conseguiram de mim

EYEDI – “J.us.T”

Tudo que a Eyedi faz em todo realease dela é entregar retro anos 80 realness e sinceramente? Estou 100% nessa, me dê Eyedi
Essa música em especial é tudo que eu quero, atmosférica, nostálgica, trippy (do tipo que te faz sentir viajando ou em outro universo) e absolutamente um bop como os jovens chamariam
Eu realmente não como que a Eyedi consegue, mas parece qyue a cada música fica melhor do que a anterior, a qualidade só aumenta, nem parece real

SOLAR (of MAMAMOO) – “Spit It Out”

Eu juro que esse ano o Mamamoo fez questão de não lançar um um único single que fosse meu estilo
O que aconteceu com o grupo que me fez morrer de ouvir hip e Twit no ano passado?
Por que elas lançaram 3 singles, teve mais solo das meninas e mesmo assim tirando Maria eu não ouvi NADA mais que umas duas vezes
Essa música infelizmente não escapa à essa tendência, não vou dizer que é ruim, mas ela me dá vontade de escutar de novo e de novo? Não
Ela parece que não vai a nenhum lugar, ela não explode, não tem um refrão ou uma ponte marcante, não sei parece muito meh
Felizmente Solar estava lindíssima no MV pra compensar, mas na real minha teoria é que pra esse solo ela queria lançar uma baladinha e a empresa mandou um belissímo não e aí ela pegou qualquer demo do Mamamoo em alguma gaveta e gravou pra lançar, porque sério, até o single da quebrando o tabu coreana que elas lançaram foi mais interessante que isso

CHUNG HA – “Stay Tonight”

Eu gostaria pessoalmente de agradecer a Chung ha por entregar tudo que os gays (eu) poderiam pedir
Porque sinceramente eu perdi a conta de quantas ve\es eu ouvi essa e outras músicas dela esse ano
E os clipes dela sempre são um deleite visual então esse não é nem um pouco diferente
É totalmente coerente com a vibe da música e tem uns shots lindíssimos com luzes bem elaboradas e ah… eu fico essa noite Chung Ha, você me ganhou

OH MY GIRL – “Nonstop”

Essa thumbnail me enganou muito, porque eu já tava sentindo o conceito western, o bang bang no meio do velho oeste, a nova Kill bill vindo
E aí eu dei play e pc music aegyo total
Enfim, após eu superar a minha leve decepção e uvir mais algumas vezes eu adorei, tem aquela vibe veranesca de quando 2017 decidiu que não largaria o tropical house e você ouvia esses sintetizadores até nos seus sonhos só que mais cute, mais Coreia-friendly e muito muito mais rosa
E sinceramente eu não tenho muito o que reclamar, amei os Oh Na Na Na Na Na, amei os raps da minha bias rapper de nome ameaçador e apesar de um leve eye strain que as cores me deram o clipe é bonito também
Até a b-side que a córeia adotou como single e teve até special clip é boazinha, ok que eu preferi Krystal, mas ela não fez feio, e o que for preciso pra hitar na Coréia eu aceito, ganhem dinheiro pros rámem de vocês, é assim que se faz

GWSN – “BAZOOKA!”

Acho que não é segredo pra ninguém que eu adotei o Gwsn como minhas favritas dessa nova gerações, não que eu tenha assistido mais que 2 debuts nesse último ano, mas enfim
O GWSN continua mostrando que nunca decepciona com Bazooka, sendo uma delicinha upbeat, dançante e 100% cheerful
Dito isso, eu realmente acabei me apegando mais às b-sides Tweaks ~Heavy cloud but no rain, que é a música de balada trippy e instigante perfeita pra mim e After the bloom (alone) que é a faixa sensual, meio éterea e com aquele tom de raiva e ressentimento pós término de namoro que as midtempos sensuais coreanas sabem fazer melho que ninguém

TAEYEON – “Happy”

Essa música pra mim soa muito como aquelas músicas de comercial, sabe?
Tipo uma daquelas que tem várias mulheres sendo felizes enquanto menstruadas em comercial de absorvente, ou então uma daquelas de natal com uma mãe ou avó colocando a ceia na mesa e todo mundo rindo e sendo feliz sem nenhum sinal do tio que inventa de falar de política no meio?
Não que isso não seja bom, ela cumpre bem o papel de passar essa alegria e esse sentimento de paz e plenitude, é só que eu não me imagino ouvindo essa música quando eu quiser me sentir feliz
Espero que tenha funcionado com os coreanos tho

DAY6 – “Zombie”

Em Zombie, Day6 consegue capturar muito bem a monotonia e estagnação da vida adulta, quando você chega naquele ponto de fazer as coisas apenas porque tem que fazer e não sente que tem muito sentido em nada daquilo
Embora a música provavelmente esteja falando sobre depressão ou algum outro tipo de transtorno psicológico, olhando pela perspectiva do que aconteceu esse ano, a música expressa muito bem como foi estar em quarentena, como se você andasse em círculos mas sem chegar a lugar algum
Deixando de lado a letra, eu não achei a música muito marcante, então não cheguei a ouvi-la muito em 2020, mas gosto muito do seu significado, e provavelmente voltarei pra ela quando precisar

SECRET NUMBER – “Who Dis?”

Eu me lembro vagamente de ter visto o teaser disso em propagandas do youtube
E sinceramente eu não achei ruim não
Obviamente, eu não ouvi muito mais do que duas vezes
Mas achei catchy, achei divertida, gostei doo saxofone e ddos vocais das meninas
Enfim, eu não aguento mais os girl crushs super focados em trap/hip hop
então esse debut foi como uma brisa de ar fresco na época

REDSQUARE – “Color Full”

O grupo tem Red no nome, mas a title track é sobre todas as cores, enfim a hipocrisia
Bom, eu lembro de ter ouvido isso e odiado o chant no inicio da música, tipo achei muito breaga e bad meaning bad, mas o resto da música era até legalzinha, tipo, a produção não foi muito do meu agrado, mas a música em si não é suuuper ruim, sabe?
O conceito de não mostrar os rostos no debut foi interessante também
Mas infelizmente foi mais esquecível do que eu gostaria que tivesse sido
Enfim, espero que elas lançem mais coisas, assim eu terei mais repertório pra justificar um posspível stan

TWICE – “More & More”

Esse MV é tõ lindo, é uma pena que a música seja tão genérica e só tenha valido pelo meme
Eu sinceramente sinto que essa música pega tudo de menos marcante nos singles anteriores do Twice e na tentativa de criar um single chiclete de verão acaba se tornando só uma bagunça repetitiva
Ela tem seus momentos legais, mas ela só não funciona como o hit certeiro que eu imagino que eles queriam criar quando colocaram More & More pra repetir 86 vezes
Sei lá, só foi decepcionante

LAY – “Lit”

Olha, O Lay sempre foi meu bias doo EXo, e o fato de ele sempre lançar algo apesar de não estar mais com o resto do EXO sempre foi meu consolo, acontece que não existe consolo nenhum quando a música é tudo aquilo que eu tento fugir quando ouço música coreana, toda a fotografia do vídeo pe lindíssima e uma música com essa influência de instrumentos asíaticos tinha tudo pra me conquistar mas aí foi tudo pro lado contrário do que eu gosto em uma música
Bom, espero que ele tenha charteado e vendido muito na China, porque na minha playlist isso não chgou nem nas útimas posições dos charts

WJSN – “Butterfly”

Wjsn sempre lança umas coisas que são uma delicinha no meio de uns troços que eu apenas esqueço que existe
Felizmente essa daqui foi a primeira opção
É um número energético e marcante e um pop redondinho, só falha em deixar meio de lado o estilo mais “mágico” que costuma ser a assinatura do grupo, tipo ela poderia ser lançada por Lovelyz ou Oh My Girl sem problema nenhum e pra quem gosta desse tipo de som (eu) isso meio que mata a longevidade da música, eu vou acabar voltando pra ótima b-side Pantomime pra encontrar o que eu queria do grupo que ela não entregou

IZ*ONE – “Secret Story of the Swan”

Olha, eu nunca fui muito fâ de nada que as ozonio lançaram, não, nem aquela Fiesta que todo mundo ama, só nunca funcionou comigo, mas no caso dessa, eu acabei vendo esse MV tantas vezes (ele é muito bonito) que o Like Swan Swan Swan acabou ficando na minha cabeça
Okay, eu ach algumas partes da música meio desconexas (o break com rap éoficialmente meu maior inimigo do k-pop) e algumas partes são muito melhores que a música em si, mas ela é mais do que eu esperava delasx, com toda a certeza
Com isso, eu sou obrigada a acrescentar que minha playlist não viu nem sombra dela por que playlist não sobrevive de clipe bonitinho

BLACKPINK – “How You Like That”

Eu acho que o maior problema desse single pra mim foi que teve muito alarde pra só lançarem Du Du Du Du de novo, tipo, pelo menos Kill This Love teve uns versos melancólicos interessantes e tal
Mas essa daqui nem isso, é só o estilo Blackpink, que é basicamente o estilo yg adaptado pra girlgroups com a mesma fórmula MAIS UMA VEZ
Sinceramente, me entristece que elas só façam umas coisas legais mesmo tipo Forever Young, Really e See U Later como b-sides, quando uma chacoalhada no som teria um efeito super legal depois da mesma coisa umas 13 vezes
Pelo menos acho que essa coisa hitou por que eu vi minha prima fazendo dancinha do tik tok enquanto cantava ela, e isso pra mim é suprassumo do hit, ter chegado nas crianças que não ouvem nada que não tenha hitado no tik tok

E nessa nota não tão boa, acabamos por aqui o post
Até o top desse ano (se ele sair)
Deixem suas opiniões se tiverem alguma

E nessa nota não tão boa, acabamos por aqui o post
Até o top desse ano (se ele sair)
Deixem suas opiniões se tiverem alguma e boas festas pra todos vocês!

Tchau tchau e até logo o/


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s