Pop Coreano

Criando expectativas: Loona – So What

Olá pessoas que habitam nesse estranho mundo chamado internet

Quanto tempo não?
Eu estive passando por uns mal bocados ano passado e isso me deixou consideravelmente distante da blogsfera, e, juntando isso à falta de tempo que o emprego + faculdade me deram, eu acabei não vendo nem metade dos pop/kpop que foram lançados, quanto mais tido cabeça ou tempo livre pra escrever o que eu achei
Acho que fui um ano de voltar aos básicos, redescobrir o meu gosto, reorganizar a rotina e priorizar minha saúde mental pra não, simplesmente explodir em função das diversas ansiedades e inseguranças da vida adulta

Mas bem, como toda baladinha coreana diz, depois do inverno deve vir a primavera e acredito que 2020, apesar ter começado com o mundo caindo aos pedaços lá fora, está sendo um ano bem melhor pra mim psicologicamente falando
E estou aproveitando isso pra finalmente colocar em dia as 300 coisas que eu perdi, os álbuns (vem review por aí), as séries (Eu descobri que aquela tal de Good Place é bem legal), os filmes (Cara, Coringa não me deu 1/3 do medo/aflição que me falaram que iria dar), até um anime ou outro pretendo ver (não sei qual porque não vejo nada novo desde 2017, mas veremos)
Enfim, esse mês de janeiro foi meio que pra “voltar à forma” e alcançar o adolescente médio nos conteúdos que estão fazendo sucesso (ou não né Justin)

Agora que ele está acabando, posso finalmente falar do que interessa
LOONA
E como eu poderia deixar de criar enormes expectativas com esse lindíssimo, recém saído do formo Preview que nos mostra como todas as tracks do álbum serão?

Ah, nada cria mais expectativas pra mim que ouvir 30 segundos de cada faixa do álbum sem saber como elas realmente serão e sem poder julgá-las com todas as informações pra dizer se são boas ou ruins

Mas bem, como eu á imaginava, a title track vai levar Loona ao seu ápice girl crushesco, dando á rap line a oportunidade de brilhar e ás Girl Crush stans a possibilidade de ter mais um grupo pra stanear só quando lançar o que lhes agrada e depois sumir quando vier algo mais fofo
Gosto, sou fã, não tenho curtido nenhum dos grupos que tentaram emular Girl Crush desses tempos (Os únicos rookies que coloram comigo foram Hinapia e ANS, e Hinapia é redebut, então nem vale muito) e isso me soa bem animador, o conceito “Somos lindas usando roupas rampeiras enquanto emulamos Blackpink na sonoridade” não tem sido muito eficaz pra me convencer que as meninas realmente abraçaram o Girl Crush e geralmente ficam todas parecendo rampeiras de butique e não realmente minas fodonas que viriam no seu quarteirão quebrar tudo e mandar uns raps
Nisso eu não me precupo com o Loona, elas parecem ser bem camaleoas nesse sentido e terem se adaptado muito a todos os conceitos, desde “eu sou uma colegial má” de Favorite, ao “NÓS EMANAMOS ENERGIA POSITIVA QUANDO NOS JUNTAMOS” de Hi High, até o “Nós somos etéreas e sofisticadas” em Butterfly
Agora, o maior problema disso é se o fandom decidir caprichar na amargura e saudosismo de que “Antes era melhor” mesmo não sendo consenso entre eles que Hi High e/ou Favorite eram hinos, e aí o pedantismo vier nível máximo e ninguém quiser engolir por “não ser o que eles esperavam do grupo”, o que é meio ridículo, afinal, no pre-debut eles só tinham liberdade de fazer o que quisessem porque o gripo não tinha debutado ainda e eles precisam apelar pra todos os gostos possíveis, agora eles tem contas a pagar e apostar no mainstream me parece a coisa mais inteligente a se fazer
Pra mim,contanto que elas consigam uma meia dúzia de fãs viúvos e Blackpink pra comprar uma cópia pro álbum, já tô feliz 🤙
Sei que o MV será lindo pois continua sendo o Digipedi na produção, e disseram que essa coreografia era de deixar o queixo caído
Imagino que vá sair satisfeita, mas quero ser surpreendida também

Falando agora das b-sides
Não é segredo pra ninguém que eu preferia que o instrumental da intro fosse o do single, mas pelo menos vamos ter uma intro ótima pra ouvir sempre que quisermos abençoar nossos ouvidos
Number 1 parece ser mais próxima de Butterfly, e o tipo de track que vai focar mais nos vocais que num instrumental mega elaborado, eu gosto disso, o cocal das meninas tem bastante o que se aproveitar, e os du du du du du du ru du ru parece ser chiclete o suficiente pra não deixar a faixa passar em branco
Oh (Yes I Am) é dos mesmos compositores que a Intro, e parece ter um som mais parecido com o que vimos nos álbuns anteriores do grupos, com uns sintetizadores bem legais que eu acho que vão acabar me viciando na faixa
A última inédita é Ddaeng Ddaeng Ddaeng que faz suas vezes de Música de Girlgroup 101 que apesar de não ter muito de especial ou de destaque pelo que apareceu na prévia, servirá para acalentar os corações dos viúvos de Hi High, e cai bem como música descompromissada do álbum
Por fim temos a já conhecida 365, o famoso descarte do ballad álbum que nunca viu a luz do dia, e que é fofinha mas perde força se você não tiver o apego ao grupo, se tornando assim meio ignorável na discografia ´ra fãs que não viveram o sufoco de vê-las emhiatus por “tanto tempo”

E é isso pessoal
Expectativas criadas
Quais são as de vocês?
Odiou tudo e quer tacar fogo na bbc?
Quer chorar no colo do Jaden porque sua alma artistica e conceitual não pode aceitar um girl crush mainstrem?
Acha que vai ser bop arrasador de almas e que todos vão finalmente cair aos pés de Loona na Coréia (sonhemos)

Deixe aí seu parecer
E eu me despeço de vocês como sempre
Tchau tchau, e até logo o/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s