Extras · Pop Coreano

Jonghyun, Depressão e minha considerações

Olá pessoas que habitam nesse – excepcionalmente nesse momento – triste mundo chamado internet

Hoje quem está falando não é só a B1A4Beca
Hoje eu quero falar como Rebeca
A pessoa por trás dos deboches, piadinhas de tio do pavê e descrições poéticas de MVs

Hoje eu venho como ser humano e não como blogger ter uma conversa mais franca, e menos enfeitada, com vocês

Eu sou várias coisas:

Uma adolescente de 18 anos se descobrindo
Uma pessoa gentil que quer sempre ajudar
Uma panfleradora de vocaloid
Uma artista plástica e aspirante a escritora

Mas além de todas essas coisas, apesar de não deixar isso me definir
Eu tenho depressão
Eu não seu dizer exatamente pelo que ou quando isso começou
Mas agora faz parte de mim
Eu faço terapia, tento me alimentar direito e manter meu ciclo do sono um pouco mais organizado pra não dar espaço a ela
E estou colocando estas coisas aqui por um motivo

「Dia 18 de novembro
Pouco mais de um mês depois do meu aniversário
Alguns dias depois de receber um boost na minha auto estima graças a um corte de cabelo
Depois de uma noite agitada em que fui dormir meio tarde, já de madrugada
Eu acordei meio dia
Preocupada com uma pessoa com quem falei antes de ir dormir
Eu acordei e liguei meu celular para me acordar
Li, nos grupos de que participo: “Jonghyun do SHInee morreu”
Pensei que fosse uma brincadeira de mal gosto
Fui atrás
No meu twitter em que tem mais pessoas que foram/são do kpop, tudo que se falava era isso
Jonghyun cometeu suicídio’
Muitas postagens de diferentes pessoas, ligadas a ele como artista ou não, em luto, desejando forças a seus parentes e amigos
Relembrando sua presença

Esse não foi um dia normal
Eu devo ter falado do assunto em diversos lugares na internet
Minhas amigas vieram ver se eu estava bem
Uma amiga da faculdade, que sabia que ele era meu bias, veio me ligar
Pedir confirmação da notícia, ver se eu estava bem
Conversamos por uma hora ou mais
Eu não consegui fazer arroz pro almoço
Meu pai fez por mim
Eu passei as duas primeiras horas daquele dia acordada sem comer nada
Passei esse tempo sem ouvir uma música sequer, por medo do que isso poderia me fazer sentir
Almocei sem soltar o celular
Consolei alguns amigos
Vi minhas conversas co  amigos e em grupos começarem a morrer
Percebi que em algum momento ficaria sozinha e não queria isso, seriam sentimentos pra se lidar
Fui procurar algo para me ocupar, lavei pratos, arrumei a cozinha, guardei as louças, limpei o fogão
Eu pretendia em seguida varrer o chão (o que de fato eu odeio)
Meu pai me interrompeu (e obrigada)
Me trouxe um pacote
Era minha aquarela que tinha chegado
Eu larguei tudo
Fui atrás de jornais pra forrar minha escrivaninha
Desenhei e testei minha recém chegada aquarela
Voltei à internet
Publiquei fotos dos desenhos
Decidi fazer aesthetics pra colocar pra fora o que estava sentindo
Falei com mais pessoas
Um amigo chegou na minha casa
Nos conversamos e nos divertimos juntos
Eu abri mão de dormir cedo
Não queria chegar nesse momento, quando me perceberia sozinha com meus pensamentos
Mas o sono apareceu
Quase 6 da manhã
Eu coloquei minha cabeça no travesseiro, fui orar, pensei em coisas pra escrever
E peguei no sono」

Eu sempre orei pelos enlutados
Mas não pensava na possibilidade de um momento em que eu faria parte deles
Eu tinha perdido minha avó a mais ou menos 5 anos, estava escrevendo uma história sobre luto
Mas não havia nada que pudesse ne preparar pra esse sentimento

Como uma vez disse na minha história
E eu já tinha me esquecido como era essa dor {de perder alguém]
Às vezes eu sinto que não há mais chão sob meus pés

 

Eu sempre disse que não sabia como lidaria com o suicídio de alguém próximo
Nunca aconteceu comigo
Eu tinham medo de como me sentiria, de  como reagiria
E bem, de certa forma aconteceu
Querendo ou não, qualquer coisa que permeie o mundo do kpop faz parte do que me é próximo
Mesmo ele não o sendo fisicamente
Ele estava presente naquilo que me cercava
E agora está mais do que nunca, em todos os lugares que olho

Jonghyun não apenas morreu
Jonghyun foi ouvido, sua dor foi ouvida (como ele queria)
Jonghgun abriu discussões sobre assuntos tabus e delicados, como depressão, suicidio, bullying, a industria coreana
Jonghyun trouxe uma onda de empatia  de diversas pessoas distantes do meio do Kpop

Mas além de tudo isso, ele viveu
Ele foi um artista incrível que lançou álbuns dos quais fez parte da produção e fez grandes trabalhos como ator
Foi arte de um dos grupos mais famosos do kpop, como vocalista principal
E foi uma pessoa que viveu normalmente seu dia a dia enquanto fazia tais coisas
Isso é importante de se lembrar
Que ele não seja lembrado apenas por sua morte
Ele viveu

Talvez essa, pra muitas pessoas, seja a primeira vez que o viram como pessoa
Não idol, não glamourizado, idealizado, produzido
Como ser humano
Capaz de ficar mal, de esconder com um sorriso e continuar em frente apesar da dor
E capaz de desistir
De fazer uma escolha para conseguir acabar com sua dor
Como ele realmente fez

Espero que isso não seja apenas uma marca de 2017 como novo 2014

Mas que isso marque nossos corações, como pessoas que deveriam ser mais gentis, compassivos, empatas, amáveis
Que neste momento, muito mais do que tristeza, tenhamos no nosso coração a vontade de ajudar pessoas, pra que isso não ocorra mais vezes, com mais pessoas, e deixe mais pessoas tristes
Sejamos pessoas melhores, como imagino que, onde quer que esteja, Jonghyun gostaria que fizéssemos
Ps: Eu amo vocês, todas as pessoas que estão nesse mundo
Desabafem comigo, me procurem
Vocês não estão sozinhos
Ainda há esperança

Com Amor

Rebeca

Anúncios

6 comentários em “Jonghyun, Depressão e minha considerações

  1. Seu texto foi de uma delicadeza que só você seria capaz de compor.
    Você está nesse texto, físico-espiritualmente falando.

    Consigo me enxergar sentado na cadeira da cozinha te observando, enquanto você tenta varrer o chão.
    O mais louco é que consigo ver Jonghyun sentado do meu lado, com aquele sorriso delicado de menino, trocando um olhar de cumplicidade comigo.
    Esse olhar quer dizer :”O luto não é eterno, ela vai conseguir, assim como conseguirá por diversas vezes em sua longa vida”.

    Assim como eu te disse mais cedo Beca, te digo novamente :
    Voce é importante pra nós, e nós somos importantes para todos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aaaaah, obrigada
      Eu fico lisonjeada de ler um comentário assim

      Uau
      É incrível como pude fazer você sentir tais coisas apenas com palavras
      O poder delas é incrível mesmo
      Eu imaginei Jonghyun agora como você descreveu, é reconfortante

      E obrigada, é sempre bom ouvir isso novamente
      Todos somos importantes!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Meus deus, foi realmente reconfortante ler o seu texto. Eu estou em pedaços por aqui, não consigo parar de pensar no que aconteceu, em como já sinto muita falta dele. Não estou conseguindo superar isso. O que eu queria nesse momento era estar abraçando os membros do Shinee, os familiares do Jong hyun. Mas seu texto me deu uma luz, acho que agora posso começar a encarar esse terrível momento com outros olhos, de uma forma mais positiva. Obrigada mesmo, Rebeca. 💜

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s